quarta-feira, 4 de julho de 2007

♥ Poema das férias












Porque há este Sol?
Porque há este mar?
Porque passam os dias nesta urgência de andar?
Porque se calam as aves neste mar de calor?
Porque ficam esperas de tempo a cumprir?
Porque andamos tão sós à procura do amor?
Porque é tão curta a vida e tão longo o penar?
Porque ficam os rios sem pressa de ir?
Porque estamos para aqui a voar, a voar?
Porque queremos partir não sabendo chegar?
Porque somos o vento no monte a bater?
Porque há tanta flor a abrir e secar?
Porque é tão fugaz o restolho a arder?
Porque há este Sol?
Porque há este mar?
Porque vamos de férias quando há tanto a fazer?


(Jorge Castro)

Um comentário:

Lurana disse...

Amigaaaa, teu blog esta showwww!!!
Amei suas postagens!
Tantas perguntas hein...sao tantas duvidas, mas no fim acaba tudo bem d+++!!!
Parabéns a Francesa ....kkkkkkkkk
sucesso pra vc amiga, te adoruu!!!
XERU